Em nota, prefeitura cobra agilidade na apuração de crimes de feminicídio

Resultado de imagem para baiana Jussara e de seus dois filhos lauro de freitas

A Prefeitura de Lauro de Freitas manifestou solidariedade à família de Jussara de Oliveira, vítima de feminicídio na noite da última sexta-feira, 16, e assegurou que vai acompanhar de perto a apuração do caso. A morte de Jussara e de seus dois filhos comoveu a cidade, em especial a comunidade da Itinga, onde as vítimas moravam.

Em nota assinada pela secretária de Políticas para Mulheres, Bárbara Chaves, a Prefeitura de Lauro de Freitas condena o machismo. “Machismo mata, emocional e fisicamente, destrói famílias e traumatiza gerações”; e se coloca ao lado das “vozes que pedem o fim da violência contra a mulher, mais rigor e agilidade na apuração e punição dos crimes de feminicídio”.

Ainda no sábado, as secretárias da SPM, Barbara Chaves, e de Desenvolvimento Social e Cidadania, Huldaci Santana, estiveram com familiares das vítimas, por orientação da prefeita Moema Gramacho. “Estamos acompanhando o caso de perto, já em contato com a delegada responsável pela apuração, para garantir que o acusado seja punido”, explica a secretária da SPM.

Esse é o quarto assassinato com características de feminicídio ocorridos na cidade este ano – Jussara, Jumairah, Daiana e Priscila. Bárbara informa que desde o início do ano a SPM vem reforçando as ações de combate ao machismo, com projetos e formações voltadas para a temática, inclusive nas escolas da rede municipal. “A morte dessas mulheres não pode ficar impune”.

NOTA

Machismo mata.

Na noite de sexta-feira, 16/06, Jussara e seus dois filhos foram mortos de forma brutal. A suspeita é que se trata de um crime de machismo. Sim, machismo mata, emocional e fisicamente, destrói famílias, traumatiza gerações.

A Secretaria de Políticas para Mulheres de Lauro de Freitas se solidariza com a dor da família e se une às vozes que pedem o fim da violência contra a mulher, mais rigor e agilidade na apuração e punição dos crimes de feminicídio.

Jussara, Jumairah, Daiana, Priscila. A morte dessas mulheres não pode ficar impune. Combater o machismo e seus desdobramentos é compromisso de todos.

Secretaria de Políticas para Mulheres
Barbara Chaves
Secretária
Share on Google Plus

About Marcinho do Saiunoblog

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.