PARA SEGURANÇA DOS GUARDAS, PREFEITURA SUSPENDE RONDA NOS BAIRROS DE LAURO DE FREITAS


Depois de proibir os guardas municipais de usarem arma de fogo, para a segurança deles, a prefeitura de Lauro de Freitas suspendeu também as rondas feitas nos bairros da cidade.

Segundo o Capitão Olinto, gestor da Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (Setop), a utilização ocorria de forma ilegal, já que o armamento e munições utilizados em serviço eram de uso particular dos guardas. A suspenção foi publicada, através de portaria, no Diário Oficial do Município no dia 26 de janeiro.

“Não faz parte da gestão Moema Gramacho (PT) usar arma na Guarda Municipal. Para não expor eles, evitamos ações externas, ficando o trabalho restrito à guarda patrimonial”, afirmou Olinto. Os servidores foram designados apenas para segurança patrimonial.

A retirada do uso da arma, contudo, não revoga o porte que 24 dos 109 guardas tiraram através da Polícia Federal. 

De acordo com Jarbas Pires, guarda municipal em Lauro de Freitas há nove anos, o temor deles é que a divulgação de que agora estão desarmados deixe a categoria vulnerável.

“[A gestão anterior da prefeitura] anunciou que o guarda tinha porte, a gente trabalhou em grandes eventos, fez prisões [...] a grande preocupação é que o guarda fique na rua exposto. Quem vai proteger o guarda municipal desse risco que, de certa forma, a prefeitura o colocou? A prefeitura tirou o braço da seringa”, reclama.

“O caminho seria a prefeitura sentar com a categoria e discutir um cronograma para se voltar a trabalhar armada com o respaldo da lei. A arma é instrumento de trabalho e não para fazer justiça”, completa Jarbas. 

“Eu estou protegendo eles, eles não estão entendendo isso. Se algum dia alguém expôs os servidores, foram eles mesmos, quando aceitaram da antiga gestão [a proposta] de usar arma particular [em serviço público], rebate o secretário Olinto.

Segundo o secretário, apesar da proibição das armas, a prefeitura ainda não tem parecer definitivo sobre o tema. “Não temos juízo de valor sobre essa questão. Não é posicionamento de ser contra ou a favor. Vamos discutir, inclusive com os guardas, com a sociedade, com especialistas de segurança”, afirmou.

Olinto também negou que tenha desfeito o Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Guarda. “Não foi extinto grupamento nenhum. Pelo fato de ter restringido o uso da arma, eu não posso manter eles nas ruas. Eu não vou compactuar com isso. Não vou continuar expondo eles”.

Lauro de Freitas foi listada entre as dez cidades mais violentas do país, conforme o levantamento do Mapa da Violência no Brasil divulgado ano passado.

Reforma administrativa

O secretário Olinto revelou que a Guarda Municipal e o grupamento Salva Vidas, atualmente alocados na Setop, serão remanejados para a superintendência de Segurança Municipal (chefiada por Júnior Neves), na reforma administrativa da prefeita Moema Gramacho (PT), que deve ser anunciada nesta terça-feira (14).
Márcio Brito, com informações do Bocaonews
Share on Google Plus

About Marcinho do Saiunoblog

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.