SECRETÁRIO DA JUVENTUDE, DE TEMER, PERDE CARGO APÓS DEFENDER MASSACRES EM PRESÍDIOS NO PAÍS

Resultado de imagem para secretário nacional de Juventude, Bruno Júlio

O secretário nacional de Juventude, Bruno Júlio, entregou um pedido de demissão ao presidente da República, Michel Temer, após uma declaração polêmica sobre as chacinas nos presídios de Roraima e Manaus. Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, o pedido foi aceito na noite da última sexta-feira (6). Nomeado em junho do ano passado, Bruno afirmou, em entrevista à coluna do jornalista Ilimar Franco, publicada no jornal O Globo, que era a favor de massacres semanais nos presídios.

"Eu sou meio coxinha sobre isso. Sou filho de polícia, né? Tinha era de matar mais. Tinha de fazer uma chacina por semana", afirmou o então secretário.

Após a repercussão negativa da declaração, o secretário divulgou nota sobre o assunto. "O que eu quis dizer era que, embora o presidiário também merecesse respeito e consideração, eu entendo que também temos de valorizar mais o combate à violência. Mecanismos que o Estado não tem conseguido colocar à disposição da população plenamente", declarou.

Na última semana, uma briga entre facções criminosas no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) deixou 56 mortos, entre os dias 1º e 2, em Manaus. Na madrugada da última sexta, cerca de 33 presos foram mortos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Roraima. A maioria deles foi decapitada.

Licenciado da Juventude do PMDB, Bruno Júlio é filho do ex-deputado federal Cabo Júlio (PMDB), que é deputado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O agora ex-secretário também é investigado por ter agredido sua companheira em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil mineira, Bruno foi acusado de lesão corporal pela ex-mulher e de assédio sexual por uma funcionária em outras duas investigações.
Share on Google Plus

About Marcinho do Saiunoblog

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.