MAUS TRATOS VIOLÊNCIA E MEDO É ROTINA DE MULHERES BRASILEIRAS: VEJA ONDE PROCURAR AJUDA

Maus tratos, violência e medo. Pode não parecer comum, mas essa é a rotina de mulheres brasileiras. Elas são ameaçadas, denegridas, espancadas e até mesmo mortas por conta da ação irracional de seus companheiros, filhos ou familiares.


Algumas ficam com marcas, que nem mesmo o tempo pode apagar. São marcas, porém, que podem ser evitadas com ajuda de uma simples denúncia ou acompanhamento psicossocial.


Graças a Lei Maria da Penha/nº11.340, o quadro social em que essas mulheres, vítimas de violência doméstica, se encontram ganhou visibilidade e força. Quanto mais divulgar os direitos destas mulheres, mais elas se encorajam para buscar socorro. Não é que a violência aumenta, mas chama a atenção daquelas que estão sofrendo e não têm coragem ou não sabem como procurar ajuda.


A violência contra a mulher se dá tanto no público dos centros das cidades quanto em bairros  periféricos, porém, a violência predomina na periferia com mulheres de baixa renda, jovens e negras. Profissionais bem sucedidas também sofrem violência.


O NUDH - Núcleo de Direitos Humanos da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia atende as mulheres vitimadas e faz o encaminhamento aos órgãos competentes.


A mulher mais atingida é a que está na faixa etária entre 20 e 40 anos. Geralmente a relação de ciúme descontrolado pode causar fúria no parceiro que acaba partindo para a agressão física. Já mulheres acima dos 60 anos procuram o atendimento psicológico. Essas, na maioria, passam muito tempo sendo maltratadas pelos maridos e filhos que as desvalorizam criando até apelidos pejorativos.


Cirurgia – E quando a agressão deixa marcas? Além das lesões em diversas partes do corpo, o rosto é certamente a região com mais dificuldades para reparos cirúrgicos e favorável à sequelas. O espancamento é a maior causa de reconstrução de face em mulheres e deixam cicatrizes, principalmente, no nariz e na maçã do rosto.


Segundo a cirurgiã plástica Ana Rita de Luna Freire Peixoto, Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Associação Brasileira de Cirurgia Crânio Maxilo Facial, a maioria das mulheres atendidas pelo Serviço Único de Saúde (SUS) na Bahia são vítimas de agressão doméstica, seguida por acidentes de trânsito. “Isso não isenta as outras classes sociais, mas a mulher sem instrução está mais vulnerável”.


“Quanto mais grave a agressão facial, mais difícil é trazer de volta a harmonia no rosto da paciente. Sempre ficará algum defeito, principalmente, quanto atinge todo o rosto”, conta Ana Rita. A especialista, que atua na área há mais dez anos conta que até hoje o caso mais grave que tratou foi o de uma jovem com apenas 22 anos, agredida pelo namorado. “Ela teve os três andares da face fraturada. A jovem ficou lesionada desde a testa até a mandíbula. Precisamos de seis horas em uma cirurgia para reparar”, completa.



Lei – O sofrimento das mulheres terminou quando Maria da Penha Maia Fernandes resolveu formalizar uma denúncia à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA). Ela foi vítima da violência do marido durante seis anos. Por duas vezes, quase foi assassinada pelo companheiro, que só foi punido depois de 19 anos de julgamento.


Maria da Penha ficou paraplégica e na segunda tentativa foi eletrocutada e afogada. O marido dela ficou apenas dois anos em regime fechado. A lei de número 11.340, decretada pelo Congresso Nacional, foi sancionada pelo presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006, entrando em vigor no dia 22 de setembro de 2006.


Ajuda – A mulher que sofre qualquer tipo de violência e não sabe como recorrer pode solicitar ajuda através do Disque 180 - Central de Atendimento à Mulher. Nesse número, profissionais irão auxiliá-la e orientá-la a seguir até o órgão competente.


Há Centros de Prevenção e Atenção às Mulheres em Situação que acolhe a vítima e oferece desde o acompanhamento psicológico até cursos e palestras preventivas. O primeiro trabalho dentro do centro é escutar. Depois encaminhar para uma delegacia, acompanhamento judicial ou social. Depende do dano psicológico/físico causado pela agressão. Em alguns casos em que a mulher é ameaçada de morte, ela é encaminhada para a Casa de Acolhimento da Mulher, que tem endereço sigiloso.


REDE DE ATENDIMENTO AS MULHERES - Onde buscar ajuda?



NUDH - Núcleo de Direitos Humanos da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia


Tel: 


 (71) 


3115-0271 
3115-0269
3ª Avenida, Plataforma 4, nº 390, Térreo, Prédio da governadoria (Janelas vermelhas) - CAB - Centro Administrativo da Bahia CEP 41.745-005

Salvador - Bahia

SPM - Superintendência de Políticas para as Mulheres (PMS)
Tel: 71 2108 7300
www.smp.salvador.ba.gov.br



CRLM - Centro de Referência Loreta Valadares
Prevenção e atenção à mulheres vítimas de violência
Tel: 71 3235 4268 / 3117 6770



DEAM - Delegacia Especial de Atendimento à Mulher
Tel: 71 3116 7000 (Brotas) 3117 8217 (Periperi)



CASA OXÚM
Acolhimento à meninas, de 08 a 17 anos, em situação de risco
Tel: 71 3328 0146



CEDECA
Centro de Defesa da criança e do adolescente
Tel: 71 3243 8499/ 3326 9878/ 0800 28 45551/ 3321 5196



CENTRO MARIA FELIPA
Sessão de valorização à mulher Policial Militar
Tel: 71 3117 4691/ 4653



CHAME - Centro Humanitário de Apoio à Mulher
Prevenção ao tráfico internacional e combate ao turismo sexual
Tel: 71 3321 9166/ 9100



CASA ABRIGO MULHER CIDADÃ
Abrigo provisório e centro de promoção pessoal e social para mulheres e
seus filhos em risco de morte



CICAN - Centro de Referência em Oncologia do Estado
Prevenção e tratamento do câncer.
Tel: 71 3116 5555/ 5542/ 5509



CREAS SENTINELA
Atendimento e apoio a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual
Tel: 71 3382 1407/ 3884



DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO
Oferece assistência jurídica
Tel: 71 3341 2490 /



DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA
Núcleo de Direitos Humanos
Tel: 71 3331 3291



DISQUE SAÚDE DA MULHER
Orientação e informação sobre saúde e violência contra a mulher
Tel: 0800 611997



DISQUE DENÚNCIA / SSP-BA
Tel: 71 3235 0000



FUNDAÇÃO CIDADE MÃE
Órgão municipal de antedimento a criança em situação de risco
Tel: 3176 8300 / 3322 0175



IPERBA - Instituto de Perinatologia da Bahia
Maternidade que trata de casos de DSTs e AIDS
Tel: 71 3116 5151 / 3233 5400



MINISTÉRIO PÚBLICO (GEDEM)
Tel: 3103 6407/ 6406



OAB / SOAJE - Serviço de orientação e assistência jurídica
71 3321 3377



PRO-MENOR
Tel: 0800 071 3020



SAJU/UcSal - Serviço de assistência Jurídica
Tel: 71 3324 7783



SAJU/UFBA
Tel: 71 3283 9050



PROJETO VIVER/ IMLNR
Serviço de atenção a pessoas em situação de violência sexual
Tel: 0800 284 2222 / 71 3117 6700



VARA DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER
Tel: 71 3328 1195 / 3329 5018


Centro de Referência da Mulher (CRM) Mãe Sulinha - Senhor do Bonfim
Endereço:Praça Juracy Magalhães, nº 6 - Bairro: Centro. Cep: 48930-000
Município: Senhor do Bonfim
Telefone: (74) 3541-9300
Fax: (74) 3541-4041
E-mail: crmms2010@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) Lélia González - Lauro de Freitas 
Endereço: Rua Praia de Pajuçara, s/nº - Bairro: Vilas do Atlântico. Cep: 42700-000
Município: Lauro de Freitas
Telefone: (71) 3289-1032 / 3369-6598
E-mail:centroreferencialgonzalez@gmail.com / katuchasms@yahoo.com.br / melbochapmls.ba.gov.br / jurochaleite@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) – Itapetinga 
Endereço: Rua Góes Calmon, nº 57 - Bairro: Centro. Cep: 45700-000
Município: Itapetinga 
Telefone: (77) 3261-1951
E-mail: crmulhert8@hotmail.com
Horário: 8 às 18h

Centro Regional de Referência da Mulher Maria Joaquina - Cruz das Almas 
Endereço:Rua Desidério Brandão, nº 180. Bairro: Centro. Cep: 44380-000
Município:Cruz das Almas 
Telefone:(75) 3621-6267/5400
E-mail:crrm.mariajoaquina@gmail.com / isabelamedrado@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) Albertina Vasconcelos - Vitória da Conquista 
Endereço: Avenida Jesiel Norberto, nº 40 - Bairro: Candeias. Cep: 45028-492
Município: Vitória da Conquista 
Telefone: (77) 3424-5325
E-mail: cravpmvc@yahoo.com.br
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) Ana Joaquina de Castro Dourado - Irecê 
Endereço: Rua São Camilo, Nº 29 - Bairro: Coopirecê. Cep: 44900-000
Município: Irecê
Telefone: (74) 3641-2766
E-mail: crmirece@holistica.com.br
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) Eudócia Antunes de Assis - Paulo Afonso
Endereço: Avenida Antonio Carlos Magalhães s/n - Bairro: Amauri Alves de Meneses
Cep: 48605-155
Município: Paulo Afonso 
Telefone: (75) 3281-1828
E-mail: crmpa@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) Dandara - Serrinha 
Endereço: Rua Henrique de Menezes, nº 435 - Bairro: Bomba. Cep: 48700-000
Município: Serrinha
Prefeitura (75) 3261-8500
Telefone: (75) 3261-7301
Coordenadora: Rute Carmelitana
E-mail:fabi12santos@hotmail.com / carmelitana8@gmail.com // coppimulheres@gmail.com
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) Professora DongaConceição do Coité 
Endereço: Rua Duque de Caxias, nº 122 - Bairro: Centro. Cep: 48730-000
Município: Conceição do Coité 
Telefone: (75) 3262-5946 / 5947
Sec. Ação Social - (75) 3262-5947 / 5946
E-mail: Xiquita10@yahoo.com.br
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência da Mulher (CRM) Rosane Silva Rodrigues - Abaíra 
Endereço: Praça Francisco Pereira, nº 25 - Bairro: Centro. Cep: 46690-000
Município: Abaíra 
Telefone: (77) 3476-2428
E-mail: crm.abaira@gmail.com
Horário: 8h às 17h

Centro de Referência da Mulher (CRM) - Valença
Endereço: Praça 2 de Julho, nº 14 - Bairro: Centro. Cep: 45400-000
Município: Valença 
Telefone: (75) 3643-1601
E-mail: mhelena_qc@yahoo.com.br
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência Especializado de Atendimento à Mulher (CRM) Maria Quitéria - Feira de Santana
Endereço: Rua Paris 97- Bairro: Santa Monica.
Telefone: (75) 3616-3433
Email: crmariaquiteria@hotmail.com
Horário: 8h às 18h 

Centro de Referência no Apoio à Mulheres em Situação de Violência (CRM) Dona Maria Salomé – Maragogipe 
Endereço: Praça 15 de Novembro, 18 - Areal - Referência: Prox. Ao Mercado Municipal
Cep: 44420-000
Município: Maragogipe
Telefone: (75) 3526-2509
E-mail: pmm.serr@gmail.com
Horário: 8h às 18h

Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM) - Juazeiro 
Endereço: Avenida Luiz Inácio Lula da Silva, s/nº - Bairro: Centenário. Cep:48904-000
Município: Juazeiro 
Telefone: (74) 3614-2028
E-mail:ciamjuazeiroba@hotmail.com / fatima.carvalho@juazeiro.ba.gov.br / josimeiresouza@hotmail.com
Horário: 8h às 18h 

Centro de Referencia Yolanda Pires
Endereço: Rua da Ambrósia s/n, 32, Bairro - Largo 2 d Julho. cep: 42.802-020
Município: Camaçari 
Telefone: (71) 3627-2481/3644-5765 (71) 3644-5763 (SPM)
E-mail: cathilene@hotmail.com / crm.camacari@gmail.com
horário: 8h às 17h

Centro de Referencia Atendimento a Mulher
Endereço: Rua Lídio Montal, 234, Loteamento Novo Horizonte Campo América. Cep: 45.200-000
Município: Jequié
Coordenadora: Polione Bulhões
Telefone: (73) 3525-4083
E-mail:crrm.medioriodecontas@hotmail.com / flusantana@gmail.com // anamarta.miranda01@bol .com.br
Horário: 8h às 18h

Centro de Referência de Atendimento à Mulher Maura Cardoso de Castro
Endereço: Rua 4º Travessa Parque São Benedito, 17. Cep: 48.030-710.
Município: Alagoinhas 
Telefone: (75) 3422-4545
E-mail:cris_sj0304@yahoo.com.br / cram.alagoinhas@yahoo.com.br
Horário: 8h às 17h

Núcleo de Atendimento a Mulher em Situação de Violência - NAM
Endereço: Rua Duque de Caxias, 126, Centro. Cep: 44.645-000.
Município: Capela do Alto Alegre
Telefone: (75) 3690-2381/2222
E-mail:namcapela@hotmail.com / secretariasocial@hotmail.com
Horário: 8h às 17h

Núcleo de Atendimento a Mulher
Endereço: Rua 31 de Março, 100 – Bairro Santo Antonio. Cep: 43800-00.
Município: Candeias 
Telefone: (71) 3601-3739 
E-mail: namcandeias@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Núcleo de Atendimento à Mulher Maria da Cruz de Jesus
Endereço: Rua Luis Gonzaga de Brito, 05, Centro. Cep: 44.220-00
Município: Saubara 
Telefone: (75) 3696-1694
E-mail:anisia.maria53@hotmail.com / margaridaborges25@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Núcleo de Atendimento a Mulher
Endereço: Rua Oscar Pinheiro s/n Centro. Cep: 45.430-000
Município: Taperoá
Telefone: (75) 3664-1548
E-mail: namtaperoaba@hotmail.com
Horário: 8h às 18h

Núcleo de Atendimento à Mulher
Rua Castelar Sampaio, 11, São Roque. Cep: 43.850-000
Município: São Sebastião do Passe
E-mail: lenanasci@yahoo.com.br smasluiz@gmail.com
Horário: 8h às 17h

Centro de Referência de Atendimento à Mulher - DIVISÃO DE COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER
Endereço: Rua Almirante Tamandaré, nº 513.
Município: Itabuna 
Horário: 8h às 17h
Share on Google Plus

About Marcinho do Saiunoblog

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.