VITÓRIA TENTA TRIUNFO SOBRE O SPORT PARA FUGIR DO G4


Podem escolher o jargão: “jogo de seis pontos”, “uma final de campeonato”, “jogo da vida”... Nenhum está à altura da pressão sob a qual o Vitória vai para o confronto deste domingo, 16, às 18h30, em Recife, contra o Sport, pela 31ª rodada do Brasileirão.

É como se fossem colocados dentro da mesma jaula dois leões famintos para engolir o rival. Só um tende a sair vivo. Os leões em questão ainda se assemelham por serem rubro-negros, nordestinos e o principal: por estarem com a corda no pescoço na luta contra o rebaixamento. O Vitória é o 15º colocado com 35 pontos. O Sport, o 16º com 34.

A equipe que perder corre sério risco de fechar a 31ª rodada na zona da degola. Para evitar a angústia, o time baiano teria de secar o Internacional. O pernambucano, Inter e Figueirense.

Se perder hoje, o Vitória, que vem de derrotas para Grêmio (1 a 0) e Ponte Preta (2 a 0), ainda atingirá um recorde negativo. Será a primeira vez que perderá três partidas seguidas no campeonato.

Essa é a curiosidade de sua campanha. Ainda não somou nem três vitórias nem três derrotas seguidas. Em 28 rodadas, o time deu uma goleada de 4 a 1 na Chapecoense e levou uma do Santa Cruz por placar igual. Aplicou 2 a 0 no São Paulo, mas, no primeiro turno, havia sofrido revés idêntico. Fora isso, bateu o Coritiba por 3 a 1 e levou 2 a 0 da Ponte Preta. De resto, em 24 partidas, 80% do campeonato, empatou, perdeu por um gol ou ganhou por um gol de diferença.

E é esse excesso de ‘regularidade’ que vem amarrando o time. Quando foi enfrentar o Grêmio, vinha de triunfos sobre São Paulo e Chapecoense. Se tivesse vencido, poderia sonhar com vaga na Libertadores. Contudo, perdeu. Depois, veio nova derrota para a Ponte. Agora, se atingir a marca negativa, pode parar na zona maldita.

“Independentemente de virmos há duas rodadas sem ganhar, sempre o próximo jogo é o mais importante. Não podemos olhar para trás. Precisamos urgentemente buscar o resultado até porque enfrentaremos um adversário direto”, disse o técnico Argel Fucks.

Drama

O cenário dramático ainda traz problemas para os dois times. O Sport, em má fase, tem a terceira pior campanha das últimas 10 rodadas, com oito pontos. Só ganha para os ‘café-com-leite’ América-MG e Santa Cruz. Na última partida, levou 3 a 0 da Chapecoense. Além disso, perdeu o técnico Oswaldo de Oliveira para o Corinthians. Hoje, será dirigido pelo auxiliar Daniel Paulista, efetivado depois que o clube recebeu o “não” de todos os técnicos que procurou.

Já o Vitória, com 12 pontos nas últimas 10 rodadas, está desfalcado de dois de seus principais jogadores: o atacante Marinho, lesionado, e o volante Willian Farias, suspenso. “Precisamos pontuar para nos manter na frente do Sport. Dessa forma, seguiremos fora da zona e levaremos a definição para Salvador: faltarão quatro jogos em casa e três fora”, disse Argel.


Fonte: atarde
Share on Google Plus

About Ana Lúcia Leal da Silva

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.