COM CAMPANHAS DISTINTAS DENTRO E FORA DE CASA, BAHIA BUSCA EQUILÍBRIO NA SÉRIE B

Um time capaz de vencer com autoridade adversários tradicionais como Vasco, Goiás, Paraná e Criciúma, mas incapaz de derrotar equipes recém-promovidas da terceira divisão como Tupi, Brasil de Pelotas, Londrina e Vila Nova. Um time que dentro de casa tem a segunda  melhor campanha da competição, mas que  fora venceu apenas duas partidas em 15 jogos disputados.
Não há lógica capaz de explicar o que se passa com o Bahia na atual Série B. E essa irregularidade no campeonato vem tornando, a cada rodada, o objetivo do acesso mais complicado.  O último exemplo intrigante aconteceu nas duas últimas rodadas. Após vencer o Criciúma por 2x0 na Fonte Nova, com uma boa atuação, a equipe teve apenas uma mudança para enfrentar o Londrina, fora de casa - Misael entrou no lugar do contestado Allano. Aliado à derrota por 1x0, o desempenho não foi, nem de perto, sequer parecido com o do jogo anterior. Há quem, ainda assim, afirme que estamos falando do mesmo time. 

“Existe um Bahia só. Claro que às vezes isso não reflete no desempenho em campo, mas estamos trabalhando para melhorar. Fizemos um grande jogo contra o CRB, mas pecamos nos pontos finais. Temos que nos apegar a isso, ver o que temos que fazer de diferente. Conseguimos vencer o Avaí que vem em uma sequência boa”, lembra o goleiro Muriel, trazendo exemplos de jogos em que o time atuou bem fora de casa.
A distância para o G4, agora de cinco pontos, é outro fator que incomoda. No entanto, o aprendizado do ano passado também vem à tona. Em 2015, o tricolor passou 21 rodadas no grupo do acesso, mas não conseguiu se manter até o final do campeonato. 
“A gente quer entrar o quanto antes no G4, mas temos que ter frieza. Ano passado o Bahia se manteve boa parte e acabou saindo. Sabemos que temos que estar na última rodada, mas o  quanto antes, melhor. O importante é não deixar os times da frente abrirem vantagem, mas temos que focar na nossa parte. Temos que fazer de tudo para diminuir de jogo a jogo e para colocar o Bahia entre os quatro primeiros”, analisa Muriel. 
Ensaio para a Série A?
O fato inusitado de jogar contra o Tupi no domingo, dia tradicional para os jogos da primeira divisão, foi levado com bom humor e motivação pelo goleiro. “É bom jogar domingo para se acostumar com a Série A. Contamos com o apoio da torcida para que a gente consiga um triunfo. Vamos dar o máximo para conseguir o nosso objetivo. Os ingressos estão à venda com promoção de 50% de desconto.


Fonte: correio24horas
Share on Google Plus

About Mano Angelo

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.